PESSOAL NESTE BLOG EU TRATO DE TUDO UM POUCO SOBRE INFORMÁTICA. ESTE BLOG SERVE EM PARTE PARA MIM COMO UM BLOCO DE NOTAS. PUBLICO AQUI MUITO ASSUNTO DE QUE ME PEDEM. ESPERO K APRECIEM ,

13
Jun 13

“HÁ POR AÍ MUITOS LAMERS A PENSAR QUE JÁ SÃO HACKERS”
Não percebeu? Não admira. A comunidade hacker tem um código próprio, que utiliza para se catalogar. Fique agora a saber o que é, afinal, um Iamer...

 

ARACKER

- O “hacker de araque”. É o nome dado àqueles que ‘têm a mania” de que são hackers. Fazem planos para atacar sistemas, investigam formas de entrar nesses computadores... mas nunca chegam a fazer nada.

 

 

CRACKER

— É semelhante ao hacker (ver mais à frente), com a diferença de que o cracker é o responsável por aiter programas de software de forma a estes poderem ser utilizados livremente. É habitualmente quem retira as protecções ou cria código para que essas protecções deixem de fazer efeito. É normal que o cracker deixe a sua assinatura naquilo que faz, ao contrário do hacker, que mantém sempre o anonimato

.

 

GURU

— É quem sabe mais entre os hackes. Ou seja, aqueles que atingem ‘ o estatuto de “melhores”.

 

 

HACKTWISTA

— É um hacker que altera websites como forma de chamar a atenção da opinião pública ou de uma determinada instituição para um qualquer problema. É muito utilizado para causas sociais e políticas. À alteração de um website chama-se defacement.

 

 

LAMER

— É o novato. Aquele que quer aprender tudo rapidamente e não pára de fazer perguntas e de tentar impor a sua presença. Habitualmente, os “mais velhos” não gostam particularmente destes principiantes.

 

 

LARVA

— Está quase a transforma-se no hacker. Já domina vários processos e começa a desenvolver as suas próprias técnicas para entrar em sistemas alheios.

 

 

PHREAKER

— É o perito em telecomunicações. É ele que é procurado para fazer ligações gratuitas, ouvir conversas alheias e, até, para reprogramar centrais telefónicas.

 

 

SCRIPT KIDDIE

— É aquele que recorre a programas e scripts escritos por outros.
Não tem, habitualmente, conhecimentos suficientes para ser ele próprio a desenvolver as ameaças. Aproveita código “alheio” para os seus ataques.

 

WANNABE

— O hacker que já sabe alguns truques, mas ainda está a aprender. É um iniciado.

 

 

publicado por jorgepc às 21:56

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO