PESSOAL NESTE BLOG EU TRATO DE TUDO UM POUCO SOBRE INFORMÁTICA. ESTE BLOG SERVE EM PARTE PARA MIM COMO UM BLOCO DE NOTAS. PUBLICO AQUI MUITO ASSUNTO DE QUE ME PEDEM. ESPERO K APRECIEM ,

26
Jan 10

 

 

Com sua vasta coleção de vídeos o Youtube é um dos sites preferidos de todo mundo. Mas como baixar aquele vídeo que você gostou tanto que quer salvar no seu computador para toda vez que quiser vê-lo não precisar acessar o Youtube ? Nesse post postarei uma boa quantidade de métodos de como baixar e converter vídeos do Youtube, tudo bem explicado e ilustrado.

A primeira coisa a saber é que os vídeos do Youtube estão em formato .flv , então à não ser que você converta o vídeo para outro formato você precisará do FLV Player para tocar esses arquivos FLV. Você pode baixar o FLV Player aqui.
Agora as melhores formas de baixar e converter vídeos do Youtube usando somente ferramentas disponíveis pela Internet.
Esse site não só baixa os vídeos do Youtube para você como também converte para um formato mais "comum" como o .avi, por exemplo. Ou para um formato ideal para tocar no seu iPod. Nesse site faça o seguinte:
Zamzar baixar vídeo youtube

No campo "Step 1" cole ou digite a URL do vídeo que você deseja baixar e converter.
No campo "step 2" escolha o formato de vídeo que você deseja converter o vídeo do Youtube.
No campo "Step 3" digite um endereço de e-mail válido. Será para esse endereço que eles mandarão o link com o vídeo para ser baixado.
No "Step 4" clique em "convert". Na caixa de aviso que aparecer confira seus dados e clique em OK e espere a conversão do vídeo (você verá uma barra indicando o progresso). Assim que a conversão estiver terminada você será direcionado para uma página com a mensagem "File upload complete". Agora é só checar seu e-mail que eles já devem ter enviado o link para baixar o vídeo. Se o arquivo for grande pode demorar alguns minutos. O arquivo ficará disponível para ser baixado por 24 horas.

KCoolOnline

Esse site é rápido e bem simples. Cole o endereço do vídeo e clique no botão "Get Video" em alguns instantes o botão "Download Now" aparecerá logo abaixo, clique nele e baixe o vídeo. Ah, lembre-se de adicionar no final do nome do arquivo que você baixou ".flv" para que você possa ver o vídeo no FLV Player.

Keepvid
O Keepvid é bem básico, mas é bem útil. Cole o endereço do vídeo do Youtube na caixa de texto, clique no botão ao lado de "Download" e em poucos instantes uma mensagem com o link ">> Download Link <<" aparecerá. Clique nela e salve o arquivo colocando no final do seu nome ".flv".

O Media Converter é excelente. Nele você pode baixar e converter rapidamente seus vídeos preferidos do Youtube. Recomendo bastante.
Assim que abrir a página do Media Converter selecione a opção "Convert a file directly from Youtube.com", cole o endereço do vídeo e clique em "Next".
Media Converter

Nessa etapa escolha o formato de vídeo que você deseja converter o vídeo do Youtube. Clique em "Next".
Media Converter

Se você quiser mudar o bitrate do áudio, do vídeo e a resolução escolha nessas caixas e clique em next, caso contrário só clique em next.
Media Converter

Agora é só esperar enquanto a conversão é feita e no final será fornecido um link para download.
Media ConverterMedia

Nesse site você pode baixar o vídeo do Youtube ou pode convertê-lo. Mas a conversão nesse site não é muito boa e nem sempre funciona. Use-o só para baixar o vídeo.
Cole o endereço do vídeo na primeira caixa de texto e clique em "Download Video".
Video Download X
Lá em baixo na página aparecerá uma pequena foto do vídeo que você quer baixar e uns links ao lado, clique em "Download".


 

Aplicativos que baixam e convertem vídeos do Youtube.

Se você preferir usar algum aplicativo ao invés de alguma solução baseada em Internet há várias opções disponíveis. Uma vantagem é que geralmente esses aplicativos têm mais funções, a desvantagem é que se o Youtube mudar alguma coisa no seu sistema de vídeos os aplicativos pararão de funcionar corretamente até que você baixe uma nova versão que corrija o problema. Mas se você prefere usar aplicativos, vou demonstrar umas opções abaixo, inclusive para MAC e Linux.
Esse aplicativo não só copia os vídeos como pode convertê-los para mpeg ou avi. Bastante recomendado.
VDownloader


Excelente aplicativo não só para baixar vídeos do Youtube como para downloads em geral. Recomendado.

Orbit Downloader


Não só baixa como converte os arquivos do Youtube para AVI, MOV, MP4 (iPod)

KeepV


Aplicativo bem simples e básico para baixar rapidamente vídeos do Youtube.
Youtube Grabber

 

TubeSucker


Também baixa e converte vídeos para vários formatos. Grátis na versão básica.
TubeSucker

Para usuário de Mac (OS X)

Baixa vídeos do Youtube e converte em mp4 ou mp3 (só mantém o áudio)
Get Tube

Para usuários de Linux

Baixa os vídeos do Youtube em .flv. Requer interpretador Python para funcionar
publicado por jorgepc às 20:25
sinto-me:
tags:

Perder algum tipo de arquivo valioso é uma das coisas mais desagradáveis que podem acontecer enquanto se usa um computador. Às vezes acontece por acidente. Às vezes apagamos um arquivo que achavámos que não teria mais utilidade mas pouco tempo depois você precisa dele.
Felizmente, devido a forma com que os arquivos são manipulados, ainda é possível recuperar arquivos apagados dependendo de certas circunstâncias. Vou explicar rapidamente porque isso acontece.

Obs.: Nesse tutorial, vou usar bastante o termo "Dispositivo de armazenamento". Essa será uma definição genérica que pode se referir a HDD do seu computador, pendrive, armazenamento do seu celular/câmera. Você interpretará dependendo do seu contexto.
Observe essa figura abaixo:
freeundeleteA figura acima está sendo usada como exemplo para ilustrar um dispositivo de armazenamento (HDD, Pen drive, etc…). Os blocos brancos são os espaços vazios e os vermelhos são os que estão em uso. É exatamente isso que seu dispositivo de armazenamento faz, ele marca as partes que estão em uso e as que estão disponíveis. Assim, da próxima vez que um arquivo for gravado ele saberá onde ele não deve gravar.

Agora obeserve a figura abaixo:

freeundeleteNela foi dado o comando para que fosse apagada metade dos dados, que é a área cinza. Mas, ao invés de realmente apagar os dados (deixando a área em branco), ele simplesmente marca aqueles dados que você mandou apagar de forma que da próxima vez que o sistema de arquivos quiser gravar alguma coisa ele pode usar tanto o espaço em branco como esse espaço marcado como "disponível". É por isso que é possível recuperar boa parte dos arquivos que foram apagados.
Mas há alguns problemas. Se após você ter apagado o arquivo você tiver usado bastante o dispositivo de armazenamento, copiando, criando e movendo arquivos, é bem provável que durante esse uso alguns arquivos novos tenham sido gravados por cima dos que foram marcados como "apagados". O que torna praticamente impossível a recuperação completa do arquivo. Então fica o aviso: Se você precisar recuperar um arquivo, faça o mais rápido possível e use o mínimo possível o dispositivo de armazenamento, assim suas chances de recuperar o arquivo aumentam consideravelmente.
Agora vamos ao tutorial de como recuperar os arquivos apagados do seu HD, pen drive, dispositivo USB, celular ou câmera digital.
Primeiro será necessário que você baixe aqui (1MB) e instale o programa FreeUndelete. A instalação é muito simples e fácil. Mas há um detalhe, se você quer recuperar arquivos no HDD do seu computador, é altamente recomendável que você baixe e instale o FreeUndelete num dispositivo de armazenamento externo, como um pen drive ou um HDD externo USB. Isso evita a possibilidade que justamente a instalação do FreeUndelete seja feita por cima do arquivo que você deseja recuperar.
Configurando e procurando os arquivos a serem recuperados.
- Depois de instalado, abra o FreeUndelete e a tela abaixo aparecerá.
freeundelete
- Agora é hora de fazer os últimos ajustes antes de começar a recuperação do arquivo.
Na coluna da esquerda você escolherá o drive onde está o arquivo apagado que você deseja recuperar.
No campo "Filter found files" você pode definir se quer procurar por um tipo específico de arquivo. Por exemplo, se o que você procurar for uma música em MP3, você mudará o valor da caixa de texto de ‘*.*’ para ‘*.mp3′ (sem as aspas ‘), se procurar por fotos JPG mude para ‘*.jpg’. Caso você não esteja certo que tipo de arquivo você procura, ou quer examinar todos os arquivos, deixe o valor da caixa de texto como ‘*.*’ .
No campo "Undelete selected file(s) to:" você escolherá onde os arquivos recuperados serão salvos. Um detalhe que você deve notar é que a Unidade de disco de onde você está recuperando os arquivos e a unidade de disco que você salvará os arquivos recuperados não podem ser a mesma. Então, caso você só tenha uma partição no seu HDD, será necessário um dispositivo de armazenamento externo como um pendrive para salvar seus arquivos recuperados.
Após configurar tudo corretamente, clique no botão ‘Scan’ no canto susperior esquerdo da janela e aguarde. Se você estiver tentando recuperar arquivos de um HDD e este for de grande capacidade, isso pode demorar um pouco.
Recuperando os arquivos
Logo após a procura por arquivos apagados terminar, você deve ver uma tela como a mostrada abaixo:
freeundelete- Na lista, clique no arquivo que você quer recuperar. Note a coluna "Status". Ela informa as chances de recuperar seu arquivo: poor (pobre), average(média), normal, good(boa) e Excellent (excelente). Agora clique no botão "Undelete", no canto inferior direito da tela. Espere alguns instantes e seu arquivo será recuperado.
Observação: Algumas vezes você consegue recuperar o arquivo, mas por algum motivo ele não abre ou funciona como deveria. Isso é causado porque antes de você recuperar o aquivo algum outro arquivo foi gravado sobre alguma parte dele, o que o corrompeu. Ou seja, quando se está tentando recuperar um arquivo um pouco de sorte ajuda bastante.


Uma vez que o sujeito começa a usar o BitTorrent, não dá mais para parar. É rápido, simples e bastante eficiente. Além de ser possível achar praticamente tudo em torrents.
Porém às vezes é difícil conseguir boas velocidades, como o BitTorrent é um protocolo bastante veloz, geralmente essa lentidão acontece devido a problemas de configuração na sua conexão. Abaixo irão várias dicas que com certeza melhorarão as suas velocidades de download no Bittorrent.

1 - Verifique se seu roteador não está bloqueando as portas usadas pelo BitTorrent.
Para fazer isso é recomendável que você tenha o manual do seu roteador em mãos para saber como acessar o painel de configuração do seu roteador, geralmente se faz isso digitando "192.168.1.1" no seu navegador, mas isso pode variar dependendo do seu roteador. Caso você não tenha o manual, procure no site do fabricante, geralmente eles disponibilizam os manuais para download.
Como eu uso um roteador D-Link 500B (Clique para comparar preços de roteadores no Buscape ou no Bondfaro), para acessar seu painel de configuração eu digito o endereço 192.168.254.254 no meu navegador e logo em seguida digito a senha que eu escolhi.
Após fazer isso, eu tenho que liberar as portas que meu cliente de BitTorrent usa, geralmente são as portas entre 6881 e 6889. Você procurará no painel de configuração do seu roteador algo como Port Triggering ou Port Fowarding. No meu caso é Port Triggering. Após isso escolha quais portas quer liberar, no meu caso foram as portas entre 6881 e 6889.

Depois basta você salvar a configuração e pronto, se essas portas estavam bloqueadas, agora você irá ter melhores velocidades de download.
2 - Aumente o número de conexões TCP
Se você está usando o Windows XP SP2, provavelmente você terá um problema com o BitTorrent. Como uma das táticas de alguns vírus é se conectar ao máximo possíveis de outros computadores à partir do computador infectado, a Microsoft, ao invés de resolver os problemas dos vírus, preferiu limitar o número máximo de conexões que seu computador pode fazer para somente 10! O que acaba prejudindo aplicações P2P como os clientes de BitTorrent. Para desfazer isso faça o seguinte: Vá na nessa página e baixe e execute esse patch (está em inglês mas serve para qualquer idioma). É recomendável que você escolha um valor no máximo até 100 conexões.
3 - Configure seu cliente de bittorrent para aceitar mais conexões TCP
Vá no seu cliente de BitTorrent e configure para ele permitir um número maior de conexões TCP. Nesse exemplo usarei o uTorrent, é o melhor, mais leve e estável cliente de bittorrent, recomendo enfáticamente que você o use. Se quiser baixe a versão mais estável aqui. Se você usa outro cliente, procure nas opções avançadas dele que você achará a opção correspondente.
Se seu cliente estiver em português, vá em Opções -> Preferências -> Avançado e escolha o campo "net.max_halfopen" e escolha um valor de acordo com o número de conexões que você liberou.
Configuração BitTorrent
Agora clique em OK e salve.
P.S.: Há alguns relatos que de roteadores que não se dão bem com essa configuração, se for o seu caso, é só desfazer esses passos.
4 - Limite sua capacidade de upload.
Apesar do Bittorrent ser feito por pessoas que compartilham arquivos, nem sempre compartilhar o máximo pode ser o melhor, ao menos para você. Você deve indicar a velocidade máxima de upload do seu cliente em no máximo 70% ~ 80% da capacidade máxima de upload de seu conexão. No uTorrent se faz isso indo em Opções - > Preferências -> Conexão. Se sua conexão tem 160kbps de upload (16kb/s), um bom valor a ser indicado é 10.

5 - Verifique a proporção de seeds e peers.
Um bom torrent sempre tem uma relação alta de seeds para peers. Por exemplo, um torrent com 75 seeds e 75 peers é mais rápido que um com 250 seeds e 700 peers. Se você tem opções, preste atenção nos torrents que você escolhe.
6 - Desative o firewall do Windows.
O firewall do Windows é ruim, ineficiente e odeia programas P2P. Vá em Painel de Controle, Firewall do Windows e desative-o. Recomendo que você use um firewall melhor.
7 - Melhore sua conexão com a Internet.
É  bastante recomendável que você use-o.
Aproveite seus downloads mais rápidos.

publicado por jorgepc às 20:19
sinto-me:

Um grande problema das configurações padrões das conexões com a Internet é que elas não são otimizadas. O Windows usa um valor padrão para todo mundo que nem sempre te oferece a melhor velocidade possível de sua conexão. Neste tutorial explicarei alguns passos que muito provavelmente aumentarão a velocidade de sua conexão.

Por segurança, antes de fazer qualquer modificação no seu sistema eu recomendo criar um ponto de restauração. Ele será útil caso algo dê errado e você precise recuperar suas configurações anteriores. Para isso, no Windows XP, vá em Iniciar -> Todos os Programas -> Acessórios -> Ferramentas de sistema -> Restauração do sistema. Na janela que abrir, escolha a opção "Criar um ponto de restauração", clique em avançar e dê um nome a esse ponto e pronto. Se precisar recuperar é só fazer o mesmo procedimento acima, mas escolher "Restaurar o computador mais cedo". Agora vamos ao tutorial passo a passo.
1 - Você deverá baixar o programa CableNut. (826kb)
2 - Após baixar o CableNut, instale e abra-o.
3 - Agora baixe esse pequeno arquivo (1kb, clique com o botão direito do mouse e escolha ‘Salvar Como’) que você usará para configurar o CableNut.
4 - No CableNut, vá no menu "File" e escolha "Open Custom Setting File". E na janela que abrir escolha o pequeno arquivo de configuração que você baixou acima.
5 - Assim que você abrir o arquivo, verá que quase todas as caixas de texto no CableNut estão preenchidas. Quase todas. Algumas estão em branco então você precisará preenchê-las de acordo com sua conexão.

Configuração do CablenutSerá somente necessário preencher os campos em branco.

6 - Para conseguir o valor de "DefaultReceiveWindow" você deve pegar o valor de download de sua conexão, dividi-lo por 8 e multiplicar o resultado por 1024. Por exemplo, se sua conexão for discada (56kbps), você deve dividir 56 por 8 e multiplicar o resultado por 1024 e então preencher o campo.
7 - Para conseguir o valor de "DefaultSendWindow" você deve pegar o valor de upload de sua conexão, dividi-lo por 8 e multiplicar o resultado por 1024. Por exemplo, se sua conexão for discada (33kbps), você deve dividir 33 por 8 e multiplicar o resultado por 1024 e então preencher o campo.
8 - Os próximos campos a serem preenchidos requerem que você vá nesse endereço e preencha uns dados na calculadora que o site fornece.

9 - No campo "Bandwidth" você colocará o valor médio que você consegue quando está baixando arquivos. Se por exemplo quando você está baixando o arquivo de algum local a maior parte do tempo o download fica 10kb/s você deve preencher 10 nesse campo.
10 - No campo "Latency" será necessário calcular a latência de sua conexão, para fazer isso faça o seguinte: Primeiro vá em um site que tenha um grande arquivo para baixar ou então use esse aqui. (Depois do teste você poderá cancelar o download e apagar o arquivo). Depois Vá em Iniciar -> Executar e digite "cmd" (sem aspas). Na janela preta que se abriu, digite "tracert www.google.com.br" ou um site que você frequenta com frequência. Você começará a ver umas linhas sendo escritas com várias informações, assim que a 3º linha aparecer clique no arquivo acima e comece o download, então espere até o rastreamento ser concluído. (Você verá a informação "Rastreamento concluído). Assim que estiver terminado, escolha o valor mais alto que você identificar na lista, essa é sua latência. Preencha esse valor no campo "Latency".

Note como à partir da 4º linha os valores ficam maiores. E circulado em azul está o valor da minha latência.

11 - No campo "MSS", se sua conexão for menor ou igual a 128k de download, você usará o valor de ‘536". Se for maior que 128k você usará "1460".
12 - Clique em calculate e você verá o valor do seu "RWIN". Esse valor que você usará no campo "GlobalMaxTcpWindowSize".
13 - No campo "Tcp1323Opts" você colocará "0" se o valor em "DefaultReceiveWindow" for menor que "65535" ou "1" se for maior que "65535".
14 - No campo "TcpWindowSize" use o mesmo valor que você usou em "GlobalMaxTcpWindowSize".
15 - Agora que você já preencheu tudo clique em "Save to Registry", confirme e depois reinicie o computador e aproveite sua conexão agora mais veloz.


Algumas pessoas não se importam muito com o papel de parede do Windows, mas há outras que gostam de trocá-lo constantemente, e é para elas que esse tutorial é indicado.
Apesar de simples, se você quer mudar o papel de parede do seu computador várias vezes ao dia, o processo se tornará chato e repetitivo. E é aí que o Automatic Wallpaper Changer entra. Basta você indicar uma pasta onde você salva seus papéis de parede e escolher um intervalo de tempo e automaticamente ele vai mudar seu papel de parede sem que você tenha que dar nenhum comando.
Abaixo vão instruções basicas de como usar o programa:

- Primeiro é
necessário que você baixe-o aqui e logo após, instale-o.
- Na tela inicial do programa você configurará o básico para que o programa troque seus papéis de parede periodicamente.

- Em "Directory" você escolherá a pasta que contém as figuras que você quer usar como papel de parede, se houver subdiretórios dentro dessa pasta e você quiser que as figuras dentro deles sejam também usadas como papel de parede, marque a opção logo abaixo, chamada "Display files in subdirectories too".
- Após escolher a pasta, no campo "Period" você indicará o intervalo em minutos que você deseja que o seu papel de parede seja trocado.
- Abaixo há várias opções para que você escolha. Elas permitem que você escolha o posicionamente da figura quando ela for escolhida como o papel de parede. Recomendo que você escolha "Centred".
- Pronto. Agora seu papel de parede sempre irá mudar dentro do intervalo que você escolheu.
Outras configurações
Há algumas configurações mais avançadas que permitem personalizar e aperfeiçoar o funcionamento do programa. A principal é a que orienta o programa sobre o que fazer se a figura escolhida para ser o papel de parede é maior ou menor que a área demonstrada pelo seu monitor. Para configurar isso faça o seguinte:
- Vá no menu "File -> Preferences"
- Na janela que abriu clique na aba "Image Processing"

- Você verá um grupo de opções chamado "Stretching", é nele que você irá indicar o que o programa deve fazer se a figura escolhida para ser o papel de parede for maior ou menor que o tamanho recomendado. As opções são as seguinte:
No Stretching: Não altera a figura em nada. Ela é mostrada exatamente como ela é.
Best fit: O programa tentará achar a melhor forma para mostrar a figura.
Full screen: O programa preencherá toda a tela coma figura do wallpaper.
Worst fit: O programa tentará achar a pior forma para mostrar a figura.
Always shrink large pictures: Se a figura for maior que o tamanho recomendável, o programa dimunuirá essa figura para mostrá-la corretamente.
As outras opções são para aplicar efeitos. Você pode tentar usá-las à vontade para ver se você encontra um ajuste que lhe agrade.
P.s.: O programa funciona em versões do Windows iguais ou superiores ao Windows 98.

publicado por jorgepc às 20:15
sinto-me:

Com o uso, o tempo para iniciar o Windows fica cada vez mais longo, muitas vezes beirando o insuportável. Isso acontece porque o Windows XP tem um sistema chamado Prefetcher que supostamente tornaria o tempo de inicialização do Windows e de certos aplicativos mais rápido. O problema é que o Prefetcher definitivamente não funciona bem, na verdade ele faz o contrário, deixa tudo mais lento, principalmente o tempo de inicialização do Windows XP. Provavelmente é ele que está deixando a inicialização do seu computador lenta. Bom, vamos resolver isso, é bem simples.

1 - Vá em "Meu Computador" e dê um duplo clique no disco onde seu Windows está instalado. (Geralmente é "Disco local (C:)")
2 - Agora clique com o botão direito em qualquer local que não tenha um arquivo e escolha "Novo" e no menu que abrir escolha "Documento de texto". Irá aparecer um arquivo de texto chamado "Novo(a) documento de texto". Dê um duplo clique nesse arquivo e abra-o.

3 - No documento que abrir cole essa linha "del %windir%\prefetch\*.* /Q" (sem aspas).
4 - Agora, no Bloco de Notas que você acabou de abrir, vá no menu "Arquivo", escolha "Salvar como…" e na caixa que abrir digite no campo "Nome do arquivo:" "deleteprefetch.bat". Logo abaixo, na caixa "Salvar como tipo" escolha a opção "Todos os Arquivos". Salve.

Repare nos campos "Nome do arquivo:" e "Salvar como tipo:". O seu deve estar exatamente assim.

5 - Pronto! da próxima vez que você iniciar o Windows perceberá uma boa diferença no tempo que seu computador leva para iniciar o Windows

publicado por jorgepc às 20:13
sinto-me:

 

Textanim
Crie textos animados para customizar seus emails,  site, blog, perfil em redes sociais como o Orkut no Textanim.
O TextTanim é um serviço gratuito que permite fazer animações em textos utilizando diversas texturas, tamanhos e cores.
Como os textos são bem femininos, o Textanim é recomendado para a mulherada que gostam de enfeitar tudo com coisas fofas.
Como criar o texto animado
Não é necessário fazer nenhum tipo de cadastro, tudo o que você tem que fazer é acessar o site, escrever o texto desejado, fazer as configurações na fonte, selecionar a textura e clicar no botão “Generate”.
Acesse o Textanim e crie seus textos animado

 

publicado por jorgepc às 20:10
sinto-me:

Orkut rede Social O Orkut permite customizar as mensagens através de códigos. Você pode decorar e escrever cada um desses códigos manualmente ou utilizar a Barra de Ferramentas do Orkut que facilita o processo.
A Barra de Ferramentas do Orkut é um Addon para o
Firefox (só pode ser instalado no Firefox) que permite deixar suas mensagens mais vida.
Você poderá editar as fontes, trocar as cores, inserir links, inserir imagens, inserir emoticons, fazer pesquisas rápidas dentro do Orkut e muito mais, sem precisar inserir os códigos manualmente.
Barra do Orkut
Informações sobre a Barra de Ferramentas do Orkut
Licença de uso: FreeWare (grátis)
Idioma: Português

publicado por jorgepc às 20:07
sinto-me:

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15

17
20
21
23

24
25
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO