PESSOAL NESTE BLOG EU TRATO DE TUDO UM POUCO SOBRE INFORMÁTICA. ESTE BLOG SERVE EM PARTE PARA MIM COMO UM BLOCO DE NOTAS. PUBLICO AQUI MUITO ASSUNTO DE QUE ME PEDEM. ESPERO K APRECIEM ,

18
Jan 10

Aprenda os segredos e praticidades do primeiro antivírus gratuito da Microsoft! Logo você vai ver que não é nenhum bicho de sete cabeças estar bem protegido por tantas boas medidas de segurança!

Sair à caça de antivírus que sejam eficientes e gratuitos ao mesmo tempo pode parecer uma das tarefas mais árduas que alguém pode ter atualmente. Muitos dos programas disponíveis no mercado pertencem às grandes empresas que costumam oferecer apenas versões gratuitas para teste – aquelas que expiram após 30 dias de uso. Depois desse prazo, você deve optar entre desinstalar o programa ou comprar uma licença de uso anual.

Quando não se tem um antivírus definido, ou seja, ter escolhido aquele que vai proteger o seu computador, recomenda-se elevar ainda mais os níveis de segurança dos seus outros complementos de segurança. Entretanto, evite ficar muito tempo sem proteção de um bom programa combatente de vírus e outras pragas. Afinal, o Windows Defender e o OneCare podem não aguentar tanta demanda. Por isso, a Microsoft desenvolveu o Microsoft Security Essentials.

Verifique seu sistema!

As boas notícias a respeito deste antivírus já tem seu início no processo de download. Quando você clicar no botão de download disponibilizado pelo Baixaki, será redirecionado à página de seleção de Sistema Operacional da Microsoft. Ali, você deve clipcar na opção que corresponde ao seu SO e à versão correta dele. Os sistemas disponíveis são “Windows XP – 32bits”, “Windows Vista/Windows 7 – 32 bits” e “Windows Vista/Windows 7 – 64bits”. Verifique seu sistema antes de fazer o download.

Selecione sua versão!

Para fazer isso, acesse o Menu Iniciar na sua Barra e clique em “Painel de Controle” e depois, “Sistema”, nos SO Windows Vista e Windows 7. Nos computadores com o Windows XP, deve-se acessar o Menu Iniciar na Barra e em seguida correr o mouse sobre “Configurações” para clicar em “Painel de Controle” e finalmente verificar a versão em “Sistema”. Uma vez feito isso, você já pode baixar o pacote de instalação compatível com o seu Sistema Operacional. Depois de ter completado o download, instale o Microsoft Security Essentials.

A  interface é simples e bastante intuitiva!

Enquanto o assistente executa a instalação, há um momento em que é necessário verificar se o seu Windows é original ou não. Afinal, este é um programa desenvolvido pela Microsoft que exige a autenticidade do Sistema Operacional. Logo que a instalação estiver terminada, o Microsoft Security Essentials vai fazer as atualizações necessárias para proteger o seu computador das ameaças como vírus, spywares, adwares e outros. Depois de atualizado, o antivírus da grande empresa dos softwares deve fazer a primeira varredura no seu computador.

Com uma interface bastante básica e intuitiva, o Microsoft Security Essentials tem muito do seu antecessor, o Windows Defender. A primeira aba, “Página Inicial”, traz um resumo das atividades e status do antivírus como o agendamento de verificações, opções para varreduras instantâneas e como se encontra a segurança atual do seu computador. Para realizar uma vistoria agora mesmo, você precisa clicar em qualquer uma das opções que a página inicial traz e, em seguida, clicar em “Verificar agora”.

Vale lembrar que ali estão disponíveis três intensidades de busca por malware. A verificação “Rápida” deve tomar pouco tempo, e assim não faz uma varredura muito profunda. Porém, se você optar pela opção “Completa”, o Microsoft Security Essentials rastreará todos os sinais e indícios de que um vírus ou algo do gênero está no seu computador. Mas se você desejar verificar apenas uma unidade específica, como um pendrive, por exemplo, clique em “Personalizada” e determine o local no qual há suspeita de infecção.


Atualize
Agora que você já está um pouco mais familiarizado com a interface do Microsoft Security Essentials, é hora de partir para as outras abas do antivírus. A aba seguinte, “Atualizar” é bastante resumida. Ali você encontra as informações a respeito da última atualização feita e as versões das definições de vírus utilizadas pelo Microsoft Security Essentials. Note que há um grande botão no qual se lê “Atualizar”. Clique sobre ele para deixar o seu antivírus sempre bem atualizado.

Atualize seu antivirus!

Pesquise no histórico
A terceira aba, “Histórico”, exibe uma listagem de todos os arquivos maliciosos que o Microsoft Security Essentials pode encontrar no seu computador. Ali existem três hierarquias de histórico que podem ser exibidas. A primeira, “Todos os itens detectados”, mostra tudo o que foi encontrado. Mas se do que você precisa é algo mais específico, como a relação dos itens em quarentena ou itens permitidos, basta selecionar uma das duas opções. Se for necessário, também há possibilidade de excluir todo o histórico com o botão localizado no canto inferior da janela.

Acesse o histórico de verificações!

Configure seu antivírus!


Todas as abas anteriores a esta são bastante sucintas e com visual bastante reduzido. Contudo, a última delas é um pouco mais extensa. Não é por menos, trata-se das “Configurações” do seu Microsoft Security Essentials. Logo à primeira vista, você pode agendar verificações para o dia e o horário que você achar mais conveniente. Para isso, clique nos menus dropdown correspondentes ao dia da semana e ao horário para determinar o momento da verificação. Use o terceiro menu dropdown para escolher o tipo de verificação que deve ser feita. Ali estão dois dos três tipos de verificação que já foram citados anteriormente; “Rápida” e “Completa”.

Agende suas verificações!

Depois, é hora de dizer ao Microsoft Security Essentials o que deve ser feito quando encontrar uma ameaça. Note que há uma lista de opções ao lado esquerdo da janela. Para determinar ações, clique na segunda opção da lista, “Ações padrão”. Na área central da janela estão os menus para que você torne muito mais cômoda a experiência de uso. Cada menu dropdown possui opções para as ações a serem tomadas nos seguintes casos: “Alerta de nível baixo”; “Alerta de nível médio”; “Alerta de nível alto” e “Alerta de nível grave”. Existem três ações para os níveis “baixo” e “médio” – “Remover”, “Quarentena” e “Permitir”.

Determine as ações!

Quando o quadro é mais severo, como nos níveis “alto” e “grave”, você tem duas alternativas: “Remover” e “Quarentena”. Voltamos à lista para conhecer a terceira opção da ordem. A “Proteção em tempo real” é uma das mais importantes funções do seu antivírus. Ela é a responsável por avisar sempre que um vírus ou arquivo malicioso entrar no seu sistema. Sempre que isso acontecer, o Microsoft Security Essentials vai perguntar qual é a melhor ação a se tomar.

Proteja seu computador

A quarta função da lista à esquerda é “Arquivos e locais excluídos”. Nesta área você pode optar por apagar as pastas e os arquivos que apresentem problemas apontados pelo Microsoft Security Essentials. Excluí-los pode ser bastante prático e cômodo, porém, pode deixar seu computador desprotegido e vulnerável às ameaças virtuais. Portanto, é melhor listar estes diretórios nesta função para que o Microsoft Security Essentials possa monitorá-los.

Liste os locais de risco!

Depois disso, a quinta função do antivírus gratuito da Microsoft é “Tipos de arquivos excluídos”. Neste espaço você confere quais foram as extensões de arquivo que foram as mais excluídas. Isso ajuda muito na hora de identificar quais são os formatos mais problemáticos e se há reincidência de exclusões de um mesmo tipo de arquivo. Há um campo de busca para que você possa investigar algum formato em específico ou então visualizar a lista de maneira geral.

Liste os arquivos recorrentes!

Não são só os arquivos que podem ser corrompidos por forças malignas cibernéticas chamadas “vírus”. Os processos do seu computador também podem sofrer a infecção e por isso, o Microsoft Security Essentials oferece o monitoramento também nesta área. A função “Processos excluídos” tem muita semelhança com o “Arquivos e locais excluídos”. Porém, o objetivo aqui é adicionar as extensões de processos para que sejam monitoradas. O antivírus trabalha apenas com processos EXE, BAT, PIF, SCF, COM e SCR.

Adicione processos para monitoramento!

Também há uma função dedicada aos usuários avançados. Como já se pode prever, chama-se “Avançado”. Ali você pode ordenar que o Microsoft Security Essentials faça análises em arquivos mortos, ou seja, compactados como os formatos ZIP e CAB; verificações em unidades de disco removível – pendrives, HDs externos; criação de pontos de restauração do sistema e permissão para visualização do histórico de verificações.

Acesse as configurações avançadas!

A última função, “Microsoft SpyNet” tem como objetivo informar à Microsoft se você deseja enviar informações aos servidores e à comunidade para que todos fiquem sabendo sobre os vírus e outras ameaças. Isso pode ajudar muito no combate futuro a esses problemas. Portanto, você escolhe se gostaria de ter uma associação básica, que envia uma quantidade menor de informações à Microsoft; ou a associação avançada, que envia maiores lotes de informação sobre a saúde do seu computador.

Forneça dados à comunidade!

Depois de acessar as abas e funções, lembre-se sempre de salvar suas alterações. Do contrário, de nada adianta fazer alterações, agendamentos e configurações de nada for salvo, não é mesmo? Então é bom já verificar seu sistema para baixar logo o antivírus gratuito que a Microsoft está oferecendo a todos os usuários de Windows!

Esteja atento para mais guias de uso aqui no dicas-tecnologia!

publicado por jorgepc às 01:03
sinto-me:

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15

17
20
21
23

24
25
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO